Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

How Would You Feel

   Toco à campainha e pouco depois a cabeça dela surge por entre a fresta da porta para ver quem se encontra do outro lado do portão. Empurro o mesmo com o ombro quando o ouço abrir, tendo cuidado com a garrafa de vinho tinto que carrego debaixo do braço. Ela brinda-me com um sorriso e o meu coração dispara de imediato. Estou apaixonado, não há dúvidas disso.

   Aguarda-me na soleira da porta, envolvo-a num abraço forte e fecho os olhos, incapaz de evitar que um amplo sorriso me ilumine o rosto. Há uma energia qualquer a passar entre os nossos corpos de cada vez que ela se aninha no meu peito e eu enterro o nariz no seu cabelo, inspirando fundo.

You are the one girl
And you know that it's true
I'm feeling younger
Every time that I'm alone with you

   A lareira está acesa e a sala tem uma temperatura muito agradável. Estamos a meio de Março e à noite ainda faz frio na rua. Faz-me sinal com a cabeça para entrar pois o calor dispersa-se com facilidade.

   Ela não está sozinha. Tem dois cachorrinhos ao seu cuidado. Aproximam-se para me cheirar mas rapidamente se afastam, com medo. Tiro o casaco, com a palma das mãos suadas e o nervosismo à flor da pele por poder finalmente partilhar um momento a sós com ela. Tudo ainda me parece fazer parte de um sonho.

We were sitting in a parked car
Stealing kisses in the front yard
We got questions we should not ask but

How would you feel, if I told you I loved you?
It's just something that I want to do
I'll be taking my time, spending my life
Falling deeper in love with you
So tell me that you love me too

   Abrimos a garrafa de vinho e sentamo-nos no sofá, à frente da lareira. Um dos cachorros salta-lhe para o colo e ali se acomoda a dormir, enquanto o outro prefere a cama dele. Conversamos sobre os mais variados temas. Embora esteja focado quando é a minha vez de me exprimir, perco-me das palavras dela com grande facilidade. Contemplo-lhe os lábios ao mesmo tempo que se movem com graciosidade, arrepio-me de cada vez que os morde de maneira inocente ou os humedece, aproveitando uma vírgula ou um ponto no meio da conversa.

In the summer, as the lilacs bloom
Love flows deeper than the river
Every moment that I spend with you
We were sat upon our best friend's roof
I had both of my arms round you
Watching the sunrise replace the moon

   O tempo flui, o álcool no sangue também. Bebemos a garrafa quase toda e o calor que emana da lareira está perto de ser insuportável. Observo-a a abrir o colarinho da camisa de ganga que usa e inspiro profundamente para acalmar o desejo imenso que me consome de beijar aquela pele macia. Está alegre e ri com naturalidade. De cada vez que revira os olhos o meu coração perde o seu ritmo regular. Perco-me de mim. Tudo isto é tão errado e ao mesmo tempo nunca tive tantas certezas na vida. Aproximo-me um pouco mais, refreando o pensamento de que dali para a frente não há como voltar atrás. Digo-lhe que preciso de mais um abraço e ela estica os braços na minha direcção com os olhos brilhantes e uma inocência apaziguadora.

How would you feel, if I told you I loved you?
It's just something that I want to do
I'll be taking my time, spending my life
Falling deeper in love with you
So tell me that you love me too

   Partilhamos segredos no silêncio daquele abraço. Emoções misturam-se na alma um do outro. Não existe mundo lá fora. Aproximo os lábios do pescoço dela e vou devorando com muita ternura cada milímetro da sua pele escaldante. A minha consciência ainda me pergunta o que estou a fazer mas rapidamente se refugia a um canto escuro da minha mente, empurrada pela onda de desejo que cresce em mim como um tsunami. Trato-a como uma rainha, deixando que ela sinta em cada nervo sensitivo o toque sedutor dos meus lábios. Passo para a bochecha, de olhos fechados, o coração a querer sair do peito. A imobilidade dela e o sorriso que lhe adivinho pelo arquear dos cantos da boca são por mim interpretados como um sinal para seguir em frente. Os nossos lábios finalmente se tocam e é tão melhor o beijo do que imaginei nestes últimos dois anos.

We were sitting in a parked car
Stealing kisses in the front yard
We got questions we shouldn not ask

   Os minutos passam, as horas voam mas nós somos adolescentes outra vez, maravilhados com o poder de um primeiro beijo. Não há maior loucura do que aquela. Olho-a com emoção, jovem, bonita, tão doce. Tudo me parece um sonho e aguardo apenas pelo momento em que o despertador virá colocar um fim a toda aquela magia. Não mereço tamanha felicidade.

How would you feel, if I told you I loved you?
It's just something that I want to do
I'll be taking my time, spending my life
Falling deeper in love with you
So tell me that you love me too
Tell me that you love me too
Tell me that you love me too

   Olho para o relógio. É já muito tarde e tenho de voltar para casa. Digo-lhe para guardar o resto do vinho para a semana seguinte e ela acena em jeito afirmativo. Fita-me com olhos de sono mas repletos de brilho como se também ela estivesse a viver um sonho. Aperta-se-me o peito por ter de a deixar. Mas aperta-se-me ainda mais porque estou loucamente apaixonado e sei que nada disto vai correr bem. Despeço-me com mais um beijo. Gosto muito de ti. E ela responde o mesmo, pela primeira vez.