Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

Marcel Pagnol

   Há oito anos que estou habituada a ter uma companhia canina sempre comigo. Faz-me falta ter uma coisa feita de pêlo que abana o rabo e pede festas no lombo. Na impossibilidade de ter um amigo canino aqui no anexo onde estou a viver com mais duas colegas, decidi que era tempo de me lançar no fantástico mundo dos felinos e eis que agora tenho um gato.

   Queria um nome intelectual já que geralmente os gatos estão nem aí para o nome. Escolhi Marcel Pagnol porque adoro os romances deste escritor/cineasta que fez parte da Académie Française. É perfeitamente normal que este nome não diga nada a um português. Não é nenhum Voltaire ou Molière ou Victor Hugo. Mas fiquei surpreendida porque só uma pessoa aqui do hospital é que percebeu que o nome era de uma personalidade minimamente importante na literatura e cinematografia francesa.

   Nomes à parte, é uma bolinha de pêlo muito fofa que gosta de me atacar os dedos com as suas mini garras afiadas e os dentes pontiagudos, que me fez chichi na colcha e que corre que nem um desenfreado pelos escassos metros quadrados que é o nosso apartamento. Se no final deste internato regressar a Portugal, espero que a Amora pelo menos o consiga tolerar. Estou confiante que sim, é uma questão de hábito e ela já não é tão tonta com gatos como era há uns anos atrás. Que esta aventura felina dure muitos e bons anos!

DSCF3209.JPG

DSCF3223.JPG