Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

São Petersburgo

   Vou confessar que...adorei a Rússia!! Não estava nada à espera de encontrar em São Petersburgo uma cidade moderna e dinâmica, muito semelhante às cidades europeias (bem, fechando um pouco os olhos a muitas infrastruturas que datam da época do comunismo...).

   De facto, a cidade de São Petersburgo foi construída pelo Czar Pedro I como um modelo das cidades europeias a fim de atrair a nobreza europeia à Rússia, o que foi conseguido com sucesso. Ainda nos dias de hoje, esta cidade serve como "ponte" entre Europa e Ásia e é uma metrópole muitíssimo jovem e cultural.

   Nos dois dias que passámos em São Petersburgo visitámos bastantes igrejas, entre as quais se encontrava a famosa catedral da cidade (ou catedral de São Isaac), a Catedral do Sangue Derramado (na minha opinião, a mais bonita e interessante) e a igreja de São Nicolau; não podíamos ter ido à Rússia sem visitar o Hermitage, um dos maiores e mais famosos museus do mundo, cuja colecção começou a ser formada graças à imperatriz Catarina II (sabiam que quando o marido dela morreu, ela roubou o trono ao filho? E que o odiava tanto que lhe ofereceu um palácio pequenino no meio do nada e uma mulher porque dele só queria descendência? ahah, já não se fazem mulheres assim). Estivémos na Praça Imperial, junto ao Palácio de Inverno, parámos por diversas vezes ao longo do rio Neva para ter diferentes pontos de vista sobre a cidade e demos um passeio de barco pelos canais para uma outra perspectiva.

   No primeiro dia à noite ainda saímos pelas onze da noite para ver São Petersburgo iluminada, que realmente tem um encanto completamente diferente porque eles apostam muito na iluminação (no Inverno é de extrema importância, com a parca luz solar que eles recebem...). As pontes da cidade são quase todas levadiças porque muitos barcos de carga passam por aqueles canais. De modo que, pouco depois da uma da manhã, as pontes começam a levantar e a circulação automóvel fica praticamente impossível porque o centro da cidade são ilhotas e mais ilhotas por entre canais. O levantar das pontes ficou famosa por entre os turistas de há uns anos para cá, de modo que eles agora até anteciparam um pouco a hora de levantamento de uma ou duas pontes e a que fica próxima do Palácio de Inverno tem um espectáculo de luz e som que acompanha todo aquele espectáculo. Devo dizer que vale imeeeeenso a pena ver. Foi um dos pontos altos da viagem e é mesmo muito bonito.

   No dia dois fomos visitar o Palácio de Peterhof, que é conhecido por ser o "Versailles Russo". Visitámos apenas os jardins mas fiquei apaixonada pelos mesmos e pela arquitectura exterior do palácio. É um palácio lindíssimo, que foi terminado em 1725 na altura de Pedro I. Este Czar era muito simplista e gostava de coisas pequenas e discretas. Foi a filha Isabel que aumentou o palácio e lhe deu o brilho e o requinte que ainda hoje possui.

   À tarde visitámos o Palácio de Pavlovsk, que foi o palácio que Catarina II ofereceu ao filho para ele a deixar governar em paz e ir procriar com a sua mulher para longe do trono. Quando a mãe morreu, o czar Paulo aumentou o palácio (pudera, também com dez filhos) e fez dele uma das principais residências da família imperial russa.

   Dois dias foi pouco tempo para visitar São Petersburgo. Há um mundo de coisas por descobrir nesta cidade, desde museus a palácios, sem falar nas igrejas e parques. Sem dúvida que será um local a regressar e que despertou em mim uma imensa curiosidade para visitar outros pontos da Rússia, nomeadamente a capital, Moscovo.

DSCF2751.JPG

Catedral do Sangue Derramado

DSCF2774.JPG

O interior da Catedral de St. Isaac

DSCF2816.JPG

 O museu Hermitage

DSCF2865.JPG

O levantar das pontes, junto ao Palácio de Inverno

DSCF2874.JPG

O metro de São Petersburgo tem algumas das estações mais bonitas do mundo, que também pudémos visitar

DSCF2902.JPG

 O Palácio de Peterhof

2 comentários

Comentar post