Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

32 km

   O despertador toca às seis da manhã e lá vou eu preparar o pequeno-almoço: ovo estrelado com esparguete. Calço os ténis e saio ainda é noite cerrada. As pessoas normais estão a dormir. Nos primeiros quilómetros só me cruzo com três ou quatro maluquinhos, também a correr. Ao início decido dividir a distância em três partes e concentro-me em terminar aquela em que estou. 10km feitos e corre tudo bem. Aos 13km o sol está de frente e já chateia. As pernas já doem mas há que continuar. O momento de dar meia volta é sempre mais crítico. Aquela pausa de cinco minutos para comer uma barra energética e rehidratar nunca faz bem porque é nessa altura que me apercebo das dores nos joelhos e das bolhas a quererem surgir nos pés. Felizmente fecharam a marginal ao trânsito automóvel e há muito mais espaço para correr. 22 km e começa o "pára arranca" e vejo a vida a andar para trás. Odeio treinos longos. Vou buscar forças aos confins da mente e consigo algum combustível para ir a correr a maior parte do caminho. Há uma prova na linha de Cascais e são às dezenas a passar por mim na recta final. Está quase. Falta-me um quilómetro quando o último participante passa por mim. Vem numa cadeira de rodas, cheio de motivação. "Bora campeão!" digo eu quando ele passa. E se ele consegue correr 10km sem usar as pernas, também eu consigo correr 32km com elas. E chego ao fim. Venha a maratona. Estou pronta.

RunningMotivationImg146.jpg