Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

52 horas de inferno

   Sabia que a viagem de regresso ia ser penosa. Sem dinheiro para andar a pagar voos, a ideia era sair de Knoxville no sábado de manhã de autocarro rumo a Washington. Aí apanhava um segundo autocarro até Boston, de onde partia o avião rumo a Portugal (mas com escala na Irlanda). Acontece que o primeiro autocarro atrasou quatro horas devido a um "problema mecânico" e lá se foi o plano pelo ralo abaixo. Duas horas e pouco de diferença entre a chegada do primeiro autocarro e a partida do segundo não chegaram para colmatar este atraso e lá fiquei eu apeada em Washington.

   Fui obrigada a marcar um voo de última hora para conseguir estar em Boston a tempo já que não havia autocarros até de madrugada e aí já chegaria demasiado tarde! Pimbas, 185$ de avião (quase metade deste valor foi para enfiar uma mala pesadota no porão) mais quase 45$ de Uber porque o aeroporto ainda ficava a 45 minutos da estação de autocarros e à uma da manhã de um domingo não há transportes que valham.

   Cinco horas a secar no aeroporto de Washington. Voo de uma hora e meia. Oito horas a secar no aeroporto de Boston. Voo de cinco horas. Dez horas a secar no aeroporto de Dublin. Voo de duas horas e meia. Chegada a Lisboa: olá mãe, olá pai, foi tudo muito bom mas agora vou dormir. E lá dormi 16 horas seguidas (nunca tinha dormido mais de 12h). Cheguei viva mas traumatizada com esta viagem. Costuma-se dizer que o barato sai caro...e desta vez foi!

2 comentários

Comentar post