Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

A Primeira Mesa

   Ena pá!! Encontrei este texto por aqui perdido e bateu uma saudade! Foi escrito no final do 2º ano do curso e publicado no blog que eu tinha na altura. Hoje volto a publicá-lo aqui porque de vez em quando sabe bem relembrar as coisas.

PS: o blog não será actualizado pelo menos até Sábado à noite porque vou passar uma temporada à terrinha e lá não há internet.

 

   As aulas de Anatomia prática acabaram. Todas. Anatomia I, II, III e IV. Chegaram todas ao fim, apesar de ainda faltar um teste prático e o medonho e assustador exame da teórica.

   No entanto, aquela rotina de vestir o fato macaco, calçar as galochas, pegar nos protocolos e sentar naquela primeira mesa acabou. Certamente que muitos desses gestos serão repetidos no terceiro e quarto anos, nas cadeiras de Cirurgia e Propedêutica, mas não será a mesma coisa.  

   Não ficaremos a tagarelar, à espera que o professor Resende venha em nosso auxílio, nem entraremos em pânico quando não o virmos na sala. Não cumprimentaremos o gnominho verde, fofinha no seu fato macaco mas pouco dada às anatomias que não patológicas. Não teremos o prazer de ignorar o professor Mauro enquanto ele se põe a falar como se soubesse tudo ou a dizer piadas machistas de quem se acha muito superior. Não nos começaremos a rir de cada vez que nos apercebemos que, tanto o gnominho como o Mauro nos deram informações erradas e o Resende vem corrigir tudo. Não conversaremos mais com os professores sobre os desenhos da nossa “Roberta Barone” aka suína Marta, nem sobre os Santos Populares ou bebidas alcóolicas, nem tão pouco sobre as saídas profissionais do nosso curso ou as teses de mestrado da Machona e do Resende.

   Confesso que ao pensar em tudo isto, já me dá saudades destas aulas. Dos olhares de intimidação de cada vez que alguém se tentava infiltrar na nossa mesa, do cheiro putrefacto de alguns dos cadáveres, dos esquemas no quadro, à última da hora, do gamanço de lâminas de bisturi, do chiar das luvas, do sermos sempre o último grupo a abandonar a sala, de sermos o melhor grupo de anatomistas do segundo ano. De sermos a primeira mesa.

2 comentários

Comentar post