Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

Ama-me

   Ama-me até ao amanhecer, até os pássaros cantarem o nascer do sol, até se ouvir o ruído do tráfego lá fora invadir o quarto. Ama-me na penumbra e afasta a escuridão pesada da noite, pois dela tenho receio. Ama-me perdidamente, não vá eu despertar e tu não estares. Ama-me como se fosse a primeira vez, ou a última, ou qualquer outra vez pelo meio. Ama-me como se fossemos desconhecidos ou companheiros de jardim de infância, casados há cinquenta anos. Ama-me com carinho mas faz-me tremer enquanto me amas, afagando-me a pele nua por debaixo dos lençóis. Ama-me com todas as tuas forças, hoje e para sempre. Não importa de que jeito o fazes, quando, onde ou durante quanto tempo. Só te peço uma coisa: ama-me.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.