Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

COP 21 - A Hipocrisia

   Por estes dias, os jornais e as televisões têm falado muito das conferências que têm decorrido em Paris sobre as alterações climáticas. Não tenho estado muito atenta, mas parece que o objectivo é os principais líderes mundiais discutirem esta problemática do aumento da temperatura do nosso planeta e chegarem a alguns acordos que permitam, entre outras coisas, reduzir a emissão de gases de estufa e investir nas chamadas "energias limpas". Na televisão, passaram reportagens de activistas vindos de todas as partes do globo, desde a Indonésia até a Inglaterra, passando pela Índia, e todos se queixaram dos problemas das suas regiões, da poluição e da necessidade de se começar a investir em força em energias solares, eólicas e outras que tais. Nas notícias, fala-se que em determinadas regiões de África, o aumento da actividade terrorista tem escalado à medida que a água vai sendo cada vez mais escassa. Mas nem uma única vez a temática da agro-pecuária foi abordada. Toda a gente tem medo de falar nisso, de dizer que o cultivo de cereais para alimentar as vaquinhas e os porquinhos que consumimos (e que chegavam para matar a fome no mundo inteiro e ainda alimentar mais uns quantos) está a destruir por completo a Amazónia e tantas outras florestas de uma forma irrecuperável, que a indústria da carne e do leite representam uma emissividade de gases de estufa de cerca de 18% (enquanto que os transportes na sua totalidade perfazem 12%), que as suiniculturas poluem tanto que existem centenas de rios por esse mundo fora totalmente desprovidos de vida, que para produzir um quilo de carne bovina, é preciso gastar 15 000 litros de água. E a lista continua. Podia estar aqui o dia todo a dar exemplos de como este consumo absurdo de produtos de origem animal vai acabar com o nosso planeta, mas na verdade, não vejo bem para quê. Ninguém se interessa. Venha a sede, venha a fome, as guerras, as doenças, as bombas atómicas, rebentem com isto tudo. Afinal, o futuro é só amanhã, e o que apetece mesmo hoje são uns secretos de porco preto com batatinhas fritas.

cowspriacy1.jpg