Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

Escapadinha à Irlanda #1

   Antes de aterrar em Paris para a maratona, as férias ainda renderam uma visita curta a um país que há já algum tempo queria visitar - a Irlanda! Um dia compacto em Dublin e mais três dias de rent a car para explorar a costa Oeste e o Sul serviram bem para conhecer o essencial. A meteorologia não esteve em nosso favor mas visitámos tudo aquilo que pretendíamos.

   Creio que Dublin superou as expectativas. Entre uma visita guiada ao Castelo muitíssimo interessante, um saltinho ao Temple Bar, uma passagem pela famosa Ha'Penny Bridge e pelo Trinity College, um passeio pela movimentada rua de Grafton Street, fotografia com a estátua da Molly Molone e do Oscar Wilde, visita ao incrível e muito moderno museu da Guinness e ainda breve paragem na catedral de St. Patrick, o dia passou num ápice e quando demos por nós tínhamos feito 16km a caminhar.

   Almoçámos um prato típico irlandês que, na minha opinião e do J. também, foi a melhor refeição que por lá fizémos. Era uma espécie de empadão de puré com carne estufada e ervilhas por baixo, servido com uma porção de batatas fritas caseiras. Chamam-lhe "cottage pie" ou "shepherds pie" e se forem à Irlanda, é um prato que vos aconselho a experimentar.

   A cerveja Guinness também é bastante boa. Eu que não gosto de cerveja, bebi meio copo no dia em que chegámos a Dublin já quase de noite e depois bebi um mais pequeno quando visitámos o museu. Este último foi talvez a atracção de que mais gostei na capital da Irlanda. Explica não só a história da marca mas também todo o processo de fabricação, testes, provas e exportação de uma das cervejas mais famosas do mundo com recurso a tecnologia de ponta e com um percurso que está muito bem feito. O bilhete é caro (25€) mas vale a pena o investimento.

   Para pessoas que não têm qualquer problema em passar pouco tempo em diferentes locais e que têm a capacidade física para andar muitos quilómetros por dia, diria que um dia em Dublin dá para fazer o essencial. Claro que dois dias seria o ideal, para fazer tudo com mais calma. Nós por exemplo, não visitámos o famoso Book of Kells dentro do Trinity College nem a Jameson Distillery porque achámos que não valia o preço que pediam mas se estivéssemos interessados, teria sido impossível encaixar tudo em apenas um dia.

DSCF3656.JPG

O famoso Temple Bar

 

DSCF3689.JPG

Trinity College debaixo de chuva

DSCF3703.JPG

Dublin Castle

IMG_20180402_191242.jpg

 Uma estátua que eu fazia questão de ver em Dublin - Oscar Wilde

DSCF3743.JPG

Guinness Storehouse

IMG_20180402_141058.jpg

 Cottage Pie no Old Mill Restaurant. Típico típico, do prato à decoração!