Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

La Famille Bélier

   Paula é uma adolescente como outra qualquer. Vai à escola, gosta de tagarelar com a melhor amiga, e está apaixonada. Na verdade, a rapariga não é uma adolescente qualquer porque os pais e o irmão mais novo são surdos, e ela vê-se obrigada a ajudar a família na quinta que possuem, na banca de mercado onde vendem queijos e também a traduzir o que eles dizem para outras pessoas e vice versa.

   Graças à sua paixoneta, Paula acaba por se inscrever no coro da escola, onde o professor lhe revela que ela tem um dom enorme, propondo-lhe mesmo candidatar-se às poucas vagas existentes numa das melhores escolas de canto de Paris. No entanto, com uma família não só dependente dela, mas que também não compreende que a rapariga queira cantar (afinal, não a conseguem ouvir), o caminho de Paula não vai ser fácil.

   O filme vai sofrendo várias mudanças ao longo do tempo. Ao princípio, achei que seria uma comédia mas as palavras cómicas rapidamente dão lugar ao drama. Um filme que me fez dar gargalhadas e chorar como se tivesse acabado de descascar vinte cebolas (graças a Deus que não vi no cinema), e com o qual me identifiquei muitíssimo. Banda sonora do melhor que há. O melhor filme deste ano. Sem dúvida.

la-famille-belier-dvd.jpg

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.