Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

Maratona dos Óscares #2

    Na quinta-feira à noite, ainda tive um tempinho para ver "A Teoria de Tudo". Estive duas horas a ter um déjà vu. O filme está categorizado como "biografia/drama" e realmente, cá temos o 4º filme bibliográfico do Stephen Hawking. E para quem já conhece bem a vida deste homem, o que ele alcançou e as barreiras todas que teve de ultrapassar para o fazer, já chateia um bocadinho. É mais do mesmo. 

   Não me lembro qual dos outros três filmes sobre ele vi. Se calhar até já vi mais do que um, e por isso não achei que esta versão mais recente da vida dele trouxesse algo de inovador e diferente. O senhor é, com certeza, um dos maiores físicos da actualidade e acredito que, se o planeta ainda existir daqui a um ou dois séculos, as crianças vão aprender sobre as suas descobertas na escola, tal como nós aprendemos sobre as descobertas de Galileu ou Einstein. Mas este já é o 4º filme dele a desenvolver a esclerose múltipla, a fazer as suas descobertas inéditas e a constituir família, apesar da sua condição física.

   Para quem não conhece a história do senhor e nunca viu os outros filmes, é capaz de ser interessante. Para mim foi aborrecido e este é mais um filme disparatadamente candidato aos Óscares. Começo a ficar desiludida com os nomeados deste ano.

thetheoryof.jpg

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.