Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

O Primeiro Salário

   Amanhã tenho a minha primeira entrevista de emprego. Foi a primeira candidatura que realizei porque sabia que eles estavam à procura de um médico veterinário e já lá tinha uma colega que tirou o curso comigo. Tenho quase a certeza de que me vão dar o lugar mas o melhor é não falar mais nisto para não dar azar. Ainda por cima já não sei se tenho assim tanto interesse em ir trabalhar para lá mas essa discussão fica para amanhã.

   Hoje venho falar do primeiro salário. Há anos que sonho com o meu primeiro salário. Nunca fui paga por trabalho nenhum, a não ser quando dei umas aulas de Português a um estrangeiro e ainda fiz uns 80 euros, que acabaram por ir todos para as consultas de dermatologia da Oreo.

   Não é que vá receber um salário de jeito. Um recém mestre (no meu caso nem isso porque ainda não defendi a tese) em veterinária entra a ganhar pouco mais que o salário mínimo nacional. Mas é um salário e importa começar a pensar o que fazer com ele. Existem várias hipóteses:

   -O primeiro é para gastar. Seja em roupa, num jantar de celebração, numa viagem, num telemóvel novo. Acho que quem tem possibilidades para isso e opta por gastar logo o primeiro salário de uma forma um pouco mais consumista faz muito bem mas deve ter atenção para que não se torne um hábito.

   -Pagar as contas, dívidas ou ajudar os pais. É a atitude mais louvável e sem dúvida que muitas vezes necessária.

   -Guardar para gastar a médio prazo. Seja para comprar uma casa, um carro, investir numa formação continuada ou fazer uma viagem mais longa, há quem poupe durante dois ou três anos e depois gaste tudo num grande sonho.

   -Guardar para gastar a longo prazo. Há quem comece a trabalhar e ponha logo dinheiro de parte para usar na reforma. É uma atitude sensata mas eu nunca seria capaz de o fazer. Para mim a reforma está a anos luz de distância e se posso morrer amanhã, não vou andar a poupar para ter um funeral bonito.

   Ainda não sei bem o que quero fazer quando receber o meu primeiro ordenado. Sei que se ficar no sítio onde tenho a entrevista vou ter de arranjar um carro em 2a mão, o que vai exigir um esforço financeiro enorme. Sei que quero poupar para fazer uma grande viagem novamente. Ásia ou América do Sul estão nos planos mas não a curto prazo. Sei que preciso de roupa nova para o Inverno porque há anos que não gasto nada em roupas quentes. Talvez compre uns ténis de corrida novos para celebrar. Mas ainda tenho tempo para pensar. Primeiro é preciso arranjar emprego.

   E vocês, o que fizeram/farão com o vosso primeiro salário?

48e693d9-8cc2-4ad9-8fb9-681b55843c9e.jpg

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.