Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

Operação Grécia

   A Grécia sempre foi um dos meus destinos de sonho. Por ser um país caro e por não ficar propriamente na rota de um circuito europeu, acabou sempre por ser excluído das minhas viagens. Eventualmente acabei por achar que seria um destino para fazer um cruzeiro quando tivesse estabilidade financeira para tal ou então para umas belas férias na companhia do meu futuro marido (cof cof). Mas a vida acaba por ter planos diferentes para nós (ou será que somos nós que temos planos diferentes para ela?) e eis que num impulso decido marcar voo de ida e volta (oh, que pena) para Atenas a fim de dedicar duas semanas a este cantinho paradisíaco da Europa.

   Com cerca de 1400 ilhas, das quais apenas 227 são habitadas, o difícil foi escolher. Não só tive que jogar com o meu orçamento reduzido como também rentabilizar ao máximo o tempo disponível e fazer as minhas escolhas em função dos ferries existentes entre as ilhas e os horários dos mesmos. 

   Depois de muitos rascunhos, ficou definido o itinerário e já tenho todos os hostels marcados! Dois dias em Atenas, um dia em Paros, dois dias em Naxos, três em Santorini, dois em Ios, dois e meio em Mykonos e o último dia será de novo em Atenas mas com planos para ir visitar o Templo de Poseidon, que fica no Cabo Sunião, a 70km da capital. 

   Atenas vai ser extremamente cultural e Santorini também tem as suas aldeias lindíssimas por descobrir mas nos restantes locais creio que o mote será essencialmente "praia, diversão, dormir, repetir", especialmente em Ios e Mykonos, que são ilhas muito viradas para a noite. 

   Confesso que as expectativas para esta viagem são altíssimas, especialmente no que toca a curar o meu coração partido e a voltar a encontrar aquela Rita aventureira e destemida que não precisa de homem nenhum para se sentir completa. Por causa desta viagem marcada à última da hora, sou capaz de ter de ficar a viver em casa dos meus pais mais dois anos porque com ela lá se foram as poupanças para a primeira prestação do meu futuro apartamento . É bom que valha a pena! E que comece a contagem decrescente!

greecess6.jpg