Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

Perdoo-te

   Hoje perdoo-te. Perdoo-te por me teres partido o coração, mesmo depois de saberes o quão frágil ele era. Perdoo-te por me teres feito acreditar num conto de fadas, que nunca passou de uma falácia. Perdoo-te por não teres desistido de mim durante dois anos quando o deverias ter feito. Perdoo-te por todas as lágrimas por ti vertidas (não enchiam já elas um oceano?), por todas as noites em branco, por todos os minutos de desespero em que grito sozinha aos sete ventos como um animal ferido que não entende o que aconteceu. Perdoo-te pelos dias que perdi, tomada pela raiva, pelo desgosto e pela incerteza. Perdoo-te por nunca teres pensado em mim, nos meus sentimentos. E perdoo-te ainda por nem sequer teres pedido desculpa. Faço-o porque hoje, um bocadinho mais do que em todos os outros dias, há em mim uma saudade que não cabe no peito. Mas ainda bem que te perdoo num papel e não numa mensagem ou chamada porque amanhã não sei se consigo voltar a perdoar.

20170823_222737-1.jpg

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.