Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

Same Same But Different

Um blog repleto de ideias, textos, sonhos e aventuras de uma jovem maravilhada com o mundo em seu redor.

Tenho Nojo

   Julguei que hoje seria um bom dia, que chegaria a casa contente, depois de ter umas quantas horas de aula com um professor estrangeiro que veio de propósito de Viena para nos ensinar. Mas enganei-me, cheguei de lágrimas nos olhos e com vergonha, com nojo de fazer parte deste povinho, de ter nascido neste país. Cheguei a casa com a tristeza espalhada no rosto, por ser incluída no mesmo saco desta gente que não consegue ficar umas horas sentada e em silêncio, a aproveitar algo que não existe nas instituições públicas. É muito desmotivante quando um professor estrangeiro faz comentários sobre alguns comportamentos que ali se verificaram mas também sobre tudo o que acontece a um nível mais geral neste país de merda onde se dão antibióticos a uma vaca porque ela tem um vírus. 

   É frustrante um professor dizer "eu sou austríaco, é normal que esteja sempre à procura da perfeição, ao contrário de vocês, portugueses". Quero dizer, é frustrante para mim, que também vivo sempre à procura de ser melhor, de superar os meus próprios objectivos, de me vencer a mim própria diariamente. Para os outros não sei, julgo que lhes dá igual. Sempre achei que nasci no país errado, sempre me vi diferente dos outros portugueses, mais perfeccionista, mais ambiciosa, mais trabalhadora, mais rigorosa. O que este país me dá é mesmo nojo, não encontro palavra melhor. Só quero sair daqui e fingir que este pedaço de terra sempre na cauda de tudo me é desconhecido.

   E peço desculpa se ofendi alguém mas é mesmo assim que eu me sinto, um pedacinho de merda ambulante.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.